Controle de Processos

Usuário
Senha

Notícias

TSE inaugura Ciclo de Transparência Democrática - Eleições 2022 com palestras sobre o sistema eleitoral

Na manhã desta segunda-feira (11), o Tribunal Superior Eleitoral deu início ao Ciclo de Transparência Democrática - Eleições 2022. No evento, técnicos e analistas da Corte Eleitoral apresentaram o sistema eleitoral brasileiro a profissionais da imprensa e a participantes pré-inscritos na edição de 2021 do Teste Público de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação (TPS). Nesta etapa, que acontece entre os dias 11 e 22 de outubro, os investigadores são convidados pelo Tribunal a conhecer o sistema eleitoral e a verificar as linhas de códigos para subsidiar os planos de ataque que serão colocados em prática no teste. Em 2021, o tempo de inspeção dos códigos-fonte subiu de uma para duas semanas a pedido dos participantes e da Comissão Reguladora do evento. De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TSE (STI/TSE), Júlio Valente, a inspeção dos códigos-fonte é essencial para que os participantes possam conhecer os eleitorais e traçar as estratégias que serão adotadas durante o TPS. “Isso dá transparência total porque eles estão tendo acesso a todos os códigos-fonte e a todos os programas que são instalados nas urnas eletrônicas brasileiras”, explicou. O TPS está marcado para acontecer de 22 a 26 de novembro no edifício-sede do TSE, em Brasília. Apresentações Na abertura do evento de hoje, o juiz auxiliar da Presidência do TSE, Sandro Vieira, ressaltou a importância da atuação conjunta da sociedade civil com técnicos da Justiça Eleitoral para construção de um sistema de votação íntegro e seguro. Ele relembrou outras medidas de transparência recentemente implementadas pela Corte Eleitoral, como a criação da Comissão de Transparência das Eleições (CTE) e o convênio firmado com a Universidade de São Paulo (USP) para fins de apoio ao TPS e correção de fragilidades identificadas pelos investigadores durante o teste. “Nós não temos nenhum problema com críticas, nós não temos problema com descobertas, vulnerabilidades. O Teste Público de Segurança é constituído para essa finalidade”, reforçou o magistrado. Em seguida, o coordenador de Sistema Eleitorais do TSE, José de Melo Cruz, detalhou aos participantes o funcionamento de todo o processo eleitoral, do fechamento do cadastro de eleitores à pulgação dos resultados do pleito. O servidor destacou que o grande objetivo dos testes de segurança é colher contribuições de pessoas de fora da Justiça Eleitoral para aprimorar o voto eletrônico. Segundo José de Melo, no TPS serão submetidas à ação dos investigadores as urnas eletrônicas modelo 2020, que vêm sendo desenvolvidas pelo Tribunal desde 2017. Ele também informou que, com o objetivo de dar ainda mais transparência ao processo eleitoral, a partir de 2022, além do Boletim de Urna (BU), o Tribunal também publicará na internet os arquivos de Registro Digital do Voto (RDV) e os  das urnas eletrônicas. Segundo ele, "todo brasileiro que quiser poderá fazer a retotalização da eleição a partir desses arquivos e verificar se isso está batendo com a totalização oficial do TSE". Ou seja, a partir das próximas eleições, cada eleitor poderá atuar como fiscal, verificando a possibilidade de refazer a totalização e ele mesmo garantir que foi tudo o que o TSE publicou. Também participaram do ciclo de palestras os chefes da Seção de voto Informatizado do TSE (Sevin), Rodrigo Coimbra; da Seção de Integração de Sistemas Eleitorais (Seint), Vinícius Salustiano Alves dos Santos; da Seção de Totalização e Divulgação de Resultados (Setot), Alberto Cavalcante; da Seção de Segurança do Hardware da Urna Eletrônica (Segele), Luís Augusto Consularo e o coordenador da Coordenadoria de TI (Coinf), Cristiane Andrade. BA/CM, DM Leia mais: 08.10.2021 - TPS 2021: pré-inscritos poderão inspecionar códigos-fonte a partir de segunda (11) 08.10.2021 - TSE e USP firmam convênio sobre pesquisa de tecnologias aplicadas ao sistema de votação Tags: #Manutenção das urnas eletrônicas #TPS – Teste Público de Segurança #ASCOM #TPS 2021 #Urna #Urna eletrônica Gestor responsável: Assessoria de Comunicação Últimas notícias postadas Recentes Gestão do Cadastro Eleitoral: inscrições para audiência pública vão até as 17h desta quinta (14) Minuta de resolução está disponível para consulta no Portal do TSE Selo de Boa Prática da Justiça Eleitoral será entregue no próximo dia 25 Em cerimônia transmitida pela internet, serão reconhecidos seis projetos de corregedorias regionais eleitorais que possam servir de modelo para todo o país Você sabe o que é “boqueiro”? O Glossário Eleitoral esclarece Serviço revela, em mais de 300 verbetes, o progresso da Justiça Eleitoral do país Justiça Eleitoral leva a crianças e adolescentes informações sobre política e eleições TSE e Tribunais Regionais Eleitorais desenvolvem persas ações para pulgar os temas aos futuros eleitores
13/10/2021 (00:00)
Visitas no site:  963403
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia