Controle de Processos

Usuário
Senha

Notícias

PRESIDENTE DO TRF3 PARTICIPA DA ABERTURA DO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE JUÍZES FEDERAIS SUBSTITUTOS

A Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3.a Região (Emag) iniciou, nessa segunda-feira, 7/10, a programação do Curso de Formação Inicial para os 23 Juízes Federais Substitutos recentemente empossados. Presente ao evento, a Presidente do Tribunal Regional Federal da 3.a Região (TRF3), Desembargadora Federal Therezinha Cazerta, definiu a Magistratura como uma “carreira apaixonante”, destacou a responsabilidade de todos frente às consequências de cada ato judicial e lembrou a importância de equilibrar quantidade e qualidade de trabalho. A mesa de honra presidida pelo Desembargador Federal José Lunardelli, Diretor da Emag foi composta pelo Desembargador Federal Nino Toldo, Presidente da Banca Examinadora do XIX Concurso Público para Provimento de Cargos de Juiz Federal Substituto, e pelas Juízas Federais Márcia Hoffmann e Renata Lotufo, Coordenadoras do Curso de Formação Inicial. A Presidente do TRF3 parabenizou os novos magistrados pela aprovação num dos concursos mais difíceis do Brasil. “Sejam muito bem-vindos, vocês escolheram uma carreira apaixonante. Podem ter certeza que seus sonhos se realizarão muito nessa carreira, como eu me realizei.” A Magistrada destacou o papel ativo que a Magistratura tem exercido na sociedade. Recomendou aos magistrados que se preocupem com a repercussão de suas decisões, pois podem se multiplicar em outras. “Precisamos pensar nas consequências de nossos atos para não causarmos um mal maior”, alertou. A sobrecarga de trabalho foi outro aspecto abordado pela Presidente. “Nós temos que nos preocupar com quantidade e qualidade, porque trabalhamos com um volume avassalador de processos. Nossas decisões têm que ter qualidade no aspecto jurídico para ser a melhor solução do caso.” O Desembargador Federal José Lunardelli agradeceu à Presidente pelo apoio incondicional aos trabalhos da Emag, reconhecendo a importância do seu papel na educação judicial e na qualificação permanente dos Magistrados. Ressaltou o trabalho dedicado dos Juízes Formadores e da equipe de servidores da escola na elaboração do programa. “O Curso de Formação Inicial foi pensado coletivamente, com o envolvimento dos Juízes Formadores e servidores da escola”, completou. A Juíza Federal Renata Lotufo explicou que o Curso de Formação é uma etapa obrigatória na carreira do Juiz e recomendou aos novos Magistrados que aproveitem ao máximo o aprendizado propiciado ao longo dos meses. “Enquanto estiverem aqui, estarão protegidos. Quando o curso acabar, vocês vão deixar de ser pedra e vão ser vidraça. Aproveitem cada minuto.” A Juíza Federal Márcia Hoffmann apresentou as linhas mestras do curso e realçou a harmonia entre as aulas teóricas e os módulos práticos. Afirmou que o enfoque ético e comportamental estará presente em todas as atividades pedagógicas. O Desembargador Federal Nino Toldo disse que a ótica humanista na formação do Magistrado foi uma preocupação permanente, desde a preparação do concurso e acrescentou que essa perspectiva está presente no curso. Revelou também a satisfação com a carreira: “A nossa realização se faz no dia a dia. O combustível é o amor que temos pelo que fazemos.” Além dos novos Juízes Federais, estavam presentes no local do curso os Magistrados Formadores que lecionarão durante o Curso de Formação Inicial, cuja carga horária é de 626 horas-aula. Fotos: ACOM Mesa de abertura do Curso de Formação Inicial Da esq. p/ a dir. Juízas Federais Márcia Hoffmann e Renata Lotufo; Desembargadores Federais José Lunardelli, Therezinha Cazerta e Nino Toldo Juízes Federais Substitutos aprovados no XIX Concurso Assessoria de Comunicação Social do TRF3  
09/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  142973
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia