Controle de Processos

Usuário
Senha

Notícias

14/02/2020 - 19h14Centro de Cultura é inaugurado no antigo fórum de UberlândiaPrédio abrigou Judiciário durante 40 anos e agora será espaço de artes

  Presidente Nelson Missias de Morais e prefeito Odelmo Leão visitam antigas celas onde detentos esperavam audiências O antigo prédio do fórum da Comarca de Uberlândia agora abriga o novo Centro Municipal de Cultura, inaugurado na quinta-feira (13/2). O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e o município do Triângulo Mineiro assinaram um convênio, em outubro de 2019, através do qual o Judiciário mineiro cedeu, sem ônus, o uso do imóvel. Localizado na Praça Jacy de Assis, no Centro da cidade, o novo espaço vai acolher uma biblioteca e iniciativas culturais. Nesta sexta-feira (14/2), o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Alexandre Vitor, a juíza diretora do foro de Uberlândia, Maria Elisa Taglialegna, e o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, entre outras autoridades, visitaram as dependências do Centro Municipal de Cultura e descerraram placas em homenagem aos juízes que passaram pela comarca e aos artistas que colaboraram e doaram obras para o espaço. Placa de inauguração do Centro Municipal de Cultura é descerrada no antigo salão do júri, hoje um anfiteatro Na oportunidade, o presidente Nelson Missias de Morais lembrou que, há exatamente quatro meses, assinou o contrato com a prefeitura para a cessão parcial do prédio. “Parcial porque o imóvel continuará a abrigar parte do TJMG, particularmente o arquivo da comarca, que também pode, no sentido amplo, ser considerado matéria de cultura”, registrou. O presidente comentou que a cessão do imóvel reveste-se de grande importância para a população de Uberlândia, pelo valor histórico e arquitetônico e pelo simbolismo que o edifício representa para a cidade. “Com sua localização privilegiada, o Centro Municipal de Cultura, com certeza, dará continuidade à honradez e respeitabilidade que o Palácio da Justiça Rondon Pacheco ostentou durante mais de 40 anos, como sede do Fórum Abelardo Penna, e assim será apropriado e abraçado pelos cidadãos uberlandenses, pois manterá, como era nosso desejo, sua função pública”, disse. O presidente Nelson Missias elogiu a iniciativa do prefeito e afirmou: "Se todos os homens públicos se preocupassem em investir em cultura e arte, que também é uma forma de pacificação social, estaríamos muito melhor". Marco arquitetônico Presidente Nelson Missias e prefeito Odelmo Leão chegam para visitar o novo espaço cultural A juíza diretora do foro da comarca, Maria Elisa Taglialegna, comemorou a inauguração do espaço, por se tratar de um importante patrimônio da cidade, um marco arquitetônico de Uberlândia, em função de seu projeto moderno. É um ganho enorme não somente para a comunidade mas também para a classe artística da região e todos aqueles que trabalham no setor, disse. “Assim como o Teatro Municipal, que foi entregue por nós em 2012, o Centro Municipal de Cultura irá transformar o cenário da classe artística de Uberlândia. Portanto, foi tudo pensado e planejado com carinho e cuidado, para que o prédio atendesse as necessidades do nosso povo, desde a biblioteca até a estrutura administrativa da Secretaria Municipal de Cultura”, afirmou o prefeito Odelmo Leão. Biblioteca, anfiteatro e outros espaços A transformação do antigo fórum em um espaço destinado a atividades de caráter cultural tornou-se possível a partir da construção da nova sede do Judiciário na comarca, inaugurada em dezembro de 2017. Inaugurado em 1977, o prédio do agora Centro Municipal de Cultura fica no Centro de Uberlândia e abrigou o fórum por mais de 30 anos. O local foi projetado pelos arquitetos mineiros Roberto Pinto Manata e José Carlos Laender de Castro, dentro dos princípios da chamada arquitetura brutalista da década de 1970. Prédio foi projetado dentro dos conceitos da arquitetura brutalista da década de 1970 O antigo salão do júri foi adaptado para receber um anfiteatro para a realização de eventos culturais e palestras. Um dos espaços com maior destaque é a Biblioteca Municipal Juscelino Kubitschek, que visa agradar também ao público infantil. Outros espaços remetem à história do antigo fórum, como as salas onde os detentos aguardavam as decisões judiciais. Elas foram parcialmente preservadas e contaram com algumas adaptações, para representar a história do prédio. O Centro de Cultura ainda passa a abrigar a nova sede da Secretaria de Cultura, além de contar com um espaço gourmet para coquetéis ou lançamento de livros e uma sala de ensaio para a Banda Municipal. A inauguração para o público será realizada na próxima semana com uma programação especial. De segunda a quarta (17 a 19/2), haverá persas apresentações culturais, sempre às 19h.  
14/02/2020 (00:00)
Visitas no site:  239750
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia